Mensagem da semana - Considerações Importantes sobre a prática do jejum


Considerações Importantes Sobre a Prática do Jejum

Como acontece com todas as disciplinas, deve-se observar certa progressão. É prudente aprender a andar bem antes de tentar correr.

Começar com um Jejum parcial pode ser o primeiro passo. Depois pode ser praticado gradativamente, como quem sobe degraus. É imprescindível: Maturidade e Bom Senso. O Jejum serve para dizer que você é o senhor de seu estômago, e não escravo dele. Se os deveres do dia-a-dia permitirem, durante o jejum, devote à meditação e oração o tempo que você normalmente tomaria em alimentar-se. É bom dizer que Jesus aconselha em não chamar a atenção quando você está praticando o Jejum. Os únicos a saberem são os que devem sabê-lo. Ainda, deve ser óbvio a todos que algumas pessoas há que, por motivos físicos, não devem jejuar. Os diabéticos, as mulheres grávidas e os que têm problemas cardíacos, fazem uso de medicações. Quando temos dúvidas, é bom consultar um médico. Uma vez que o propósito básico esteja firmemente fixo em nossos corações, estamos livres para entender que o Jejum nos ajuda a liberarmos o nosso coração de coisas que nos controlam; aquilo que está dentro de nós, e nos atrapalham por vezes na vida, vêem à tona; como por exemplo: o orgulho, a ira, a amargura, o ciúme, discórdia, medo. O Jejum também nos ajuda a manter nosso equilíbrio na vida. A sermos mais disciplinados no que fazemos nos nossos procedimentos. Exemplos: I Co 6.12; 9.27; Sl 35.13. A prática do Jejum verdadeiro (centrado em Cristo, em Seu poder e em Sua glória) é abençoadora; por ela, pessoas se encontram em escravidão são libertas.

CM Fabio Elton

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué