Mensagem da Semana: "As Marcas do Verdadeiro Evangelho"

As Marcas do verdadeiro Evangelho

Gálatas 1:1-10


Nas igrejas da região da Galácia, apareceu um grupo religioso chamado de judaizantes, que estavam acrescentando ao Evangelho de Cristo elementos do legalismo judaico. Entre esses elementos a circuncisão ocupava lugar de proeminência, também incluíam a observação do calendário judaico e possivelmente as leis dietéticas dos judeus.
Os judaizantes ao visitarem as igrejas da Galácia, lançaram dúvidas a respeito da salvação, incluindo elementos que o Evangelho verdadeiro, pregado pelos apóstolos, não continha. Diziam que para ser salvo não bastava a fé em Jesus Cristo, apenas, mas, era necessário passar pelo ritual da circuncisão e observar a Lei Mosaica.
Este ensino foi combatido com veemência pelo apóstolo Paulo, ao ponto dele dizer que se tratava de outro evangelho, totalmente diferente daquele pregado por ele. Ainda, chamou os pregadores daquele “evangelho” de anátemas, ou seja, amaldiçoados. Vejamos, então, neste texto, quais são as marcas do verdadeiro Evangelho.

1-O verdadeiro Evangelho afirma a suficiência do sacrifício de Jesus para perdoar pecados (v.4a).

Hebreus 7:26-27- “Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, feito mais sublime do que os céus; Que não necessitasse, como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia sacrifícios, primeiramente por seus próprios pecados, e depois pelos do povo; porque isto fez ele, uma vez, oferecendo-se a si mesmo”.
1 João 1:7b – “...e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado”.
1 João 2:2 – Ele (Jesus) é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos do mundo inteiro”.

2- O verdadeiro Evangelho declara o poder de Jesus para libertar do mal (v.4b)

João 8:32 e 36 – “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará; Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”.
1 João 3:8 – “...Para isto o Filho de Deus (Jesus) se manifestou: para desfazer as obras do diabo”.

3- O verdadeiro Evangelho canaliza toda a glória para Jesus Cristo (v.10)

Filipenses 2:9-11 – “ Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu o nome que é sobre todo o nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus o Pai”.

4- O verdadeiro Evangelho reconhece a exclusividade de Jesus como Salvador (vv. 8 e 9).

João 14:6 – “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminha, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim”. Atos 4:12 – “E em nenhum outro há salvação (Jesus) , porque também debaixo do céu nenhum outro nome (Jesus) há, dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos”. 1 Timóteo 2:5 – “Porque há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem”.
Jesus Cristo é a essência do verdadeiro Evangelho. Jesus Cristo é o conteúdo do verdadeiro Evangelho. Jesus Cristo é o único e suficiente Salvador no verdadeiro Evangelho.

Apocalipse 5:12
“...Digno é o Cordeiro (Jesus), que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças”

Pr. Paulo César

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué