"...Ele ressuscitou"


“Não vos atemorizeis; buscais a Jesus, o Nazareno, que foi crucificado; ele ressuscitou, não está mais aqui!” Marcos 16:6


Seu corpo foi colocado em um sepulcro, fechado por uma grande pedra e vigiado por soldados.

Todos os discípulos estavam perplexos e amedrontados. Judas se suicidou, Pedro chorava amargamente sua atitude de negá-lo, Tomé confirmara naquele instante que tudo não passara de uma falsa esperança. Era o fim! Era o fim para todos que confiavam em Jesus até então. Havia aqueles que ainda esperavam que ele saísse da cruz, e subjugasse a todos com seu poder divino, mas isto não acontecera.

Jesus estava certo: “esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho ficarão dispersas”. Triste noite...era o fim!

Porém, no domingo, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro do mestre e eis que houve um grande terremoto; porque o anjo do Senhor desceu do céu, chegou-se, removeu a pedra e assentou-se sobre ela. Os guardas ficaram apavorados com tudo o que viram, mas as mulheres...ah...que tremendo!!! “MARIA!” Ela ouviu. Voltando-se, lhe disse, em hebraico: Raboni!

Ela reconheceu a voz do mestre! Aleluia! Ele está vivo, ELE RESSUSCITOU!

Houve um grande alvoroço...Maria não se continha de alegria e espalhava a notícia, porém, os discípulos ainda temiam...Tomé duvidou até o último instante, porém Jesus estava vivo para sempre! Aleluia!

Com sua ressurreição, sua obra foi autenticada e completada! Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está ó morte, o teu aguilhão? Agora, a todos quantos creram Nele, que antes estavam mortos pelas suas transgressões, Ele vos deu vida juntamente com Ele em sua ressurreição, perdoando todos os vossos delitos; Ele cancelou toda dívida que era contra nós, removeu-a inteiramente, encravando-a na cruz; e, despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz!

A todos quantos entregarem sua vida ao autor da vida, o primeiro que ressuscitou dentre os mortos para a eternidade, ressuscitará com Ele para sempre e gozará da vida eterna.

Não o negue como Pedro, não duvide como Tomé e não o traia em seu coração como Judas! Confesse-o, reconheça-o e aceite-o como seu único e suficiente Senhor e Salvador! Se confessares com a tua boca que Jesus é o Senhor e creres em seu coração que Deus o ressuscitou, serás salvo!

Viva ao Rei ressurreto! Viva ao Rei Jesus que vive para SEMPRE! Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor. Àquele que está assentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos, AMÈM!


Com alegria indizível no coração,


Pr. Rodrigo


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué