Santidade e o Nosso Bairro

Veículos violados por jovens e adolescentes e outros furtados.

A incidência de usuários de drogas cada vez maior, a violência aumentando, a falsa perspectiva de uma vida melhor através das facilidades de lucro prometido pelo tráfico, o abuso sexual, a pedofilia dentre outros crimes tem assolado o nosso bairro. A pergunta que me faço é: O que a igreja pode fazer? Orar? Sem dúvida! Mas, e a ação?

A passividade e o silêncio das igrejas ao redor do bairro são preocupantes.

De fato, o mundo jaz no maligno, entretanto, isto não significa que devemos assistir de camarote e com uma indignação passiva.

A igreja de Jesus Cristo é chamada para derramar amor sobre a sociedade.

Nos tempos de Jesus, o próprio Deus encarnado habitou entre nós, cheio de graça e verdade. Vimos a sua glória como o Unigênito do Pai. O próprio Deus se aproximou de nós e por meio dessa aproximação seu amor foi derramado no mundo.

Ele amou os discípulos até o fim. Ele foi a manifestação de amor do Pai, que doou seu próprio filho ao mundo.

Assim se manifestou a santidade no mundo corrompido pelo pecado.

Quando esteve na casa de Zaqueu, sua presença de amor foi tão impactante a ponto de gerar arrependimento e frutos de justiça.

Quando esteve diante da mulher adúltera, constrangeu seus acusadores e sua atitude de amor a constrangeu a abandonar o pecado e se tornar uma discípula dele.

Com suas ações e palavras, Jesus nos ensinou e nos comissionou a fazer o mesmo. O nosso bairro precisa de santidade.

Somos os discípulos de Cristo e temos o seu amor em nós. Quanto mais cheios do amor de Deus, mais ousados nesse amor seremos para transformar o nosso bairro e os nossos vizinhos.

Enfim, somos ministros da reconciliação no amor de Deus! Reconciliar o homem pecador com o Deus santo. Nosso cartão de visita é o amor.

Sejamos santos! Sejamos cheios do amor de Deus! Exerçamos o ministério da reconciliação no mundo.

No amor de Cristo,

Rodrigo, Pr.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué