Mensagem do culto vespertino: QUANDO CRISTO NOS ENVIA AO ALTO MAR

QUANDO CRISTO NOS ENVIA AO ALTO MAR

Marcos 6:45-52

Depois de dias de muito estresse com rejeições, a escolha dos doze somado à morte de João Batista e o cansaço fruto de um dia com a multidão, inclusive lhe provendo alimento e sustento, Jesus não pára e não permite que seus discípulos parem. A causa do Reino é urgente e seus discípulos estão em treinamento. Estão num campo de preparação, na verdade em casa. No mar da Galiléia, também conhecido como Mar de Tiberíades, ou ainda, o Lago de Genesaré, onde foram chamados 4 de seus 12 discípulos, os pescadores Pedro, André, Tiago e João. Enquanto Jesus despede a multidão, Ele obriga dos discípulos, a contragosto deles, para Betsaida. Jesus os envia a alto mar. Eles estão cansados, fadigados na verdade e contrariados. No mar, então Jesus vai lhes ensinar lições profundas que aplico para nossas vidas aqui:

1. Quando Jesus nos envia ao alto mar é para revelar o caráter da sua missão (v. 45)

A causa do evangelho é urgente, ainda que estejamos sem forças para realizá-lo! Jesus otimiza o tempo. Enquanto os discípulos vão a Betsaida, o Mestre se despede da multidão e se retira para orar. Não podemos ficar parados. Devemos obedecer o mestre. Jesus quer ensinar a seus discípulos em alto mar que a obra precisa de homens destemidos, que enfrentam ventos e marés. A vida cristã não se resume À igreja, mas tem como objetivo maior a causa do Reino. Jesus nos envia aos alto mares da vida com vistas a nos preparar para sermos seus mensageiros.

2. Quando Jesus nos envia ao alto mar é para revelar o caráter do seu discípulo (v. 45; 47-48)

Os discípulos são obedientes. Eles estão no lugar que não querem estar ainda que seja submissão ao mestre. O discípulo está obedecendo a ordem do mestre ainda que sinta que poderá naufragar, remando sem sair do lugar numa noite fria e sombria.Na vigília da vida só há solidão, frio e escuridão. Sentimos estar em trevas, porém obedecendo o Mestre, ainda é o melhor lugar. Sentimos o mar bravio, instabilidade à nossa volta e nenhum lugar seguro para firmar nossos pés, porém, se é para obedecer o Mestre, ainda é o lugar mais seguro. Sentimos os ventos soprando sobre nós oriundos de todas as direções e não podemos controlá-lo, porém, se é para obedecer o Mestre o barco não vai virar. O objetivo do Mestre Jesus não é que sucumbamos, mas que o reconheçamos e nos conheçamos a partir Dele. Ele pode não estar no barco e parecer distante, mas Ele está no alto do monte olhando para nós!

3. Quando Jesus nos envia ao alto mar é para revelar a nós o Seu caráter (v. 48-50)

Vendo Jesus que seus discípulos não podiam resistir àquela situação, Ele anda sobre ela. O mar não pode submergi-lo, os ventos não podem contê-lo e a noite não pode cegá-lo.

Jesus não apenas anda sobre aquela situação, como também procura tomar a dianteira do barco. Deus faz isto com o povo hebreu quando vai a frente deles como nuvem durante o dia e coluna de fogo durante a noite. Ele é Deus que está sempre à frente das circunstâncias. Ele diz: TENDE BOM ANIMO! EU SOU! NÃO TEMAIS! O EU SOU sobe no barco dos discípulos. O EU SOU quer subir no barco da sua vida para revelar-se a você!

Está em alto mar? Se é por obedecer a Cristo, confie NELE. Ele diz: TENDE BOM ANIMO! EU SOU! NÃO TEMAIS!

No amor de Cristo,

Rodrigo, Pr.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué