Mensagem de PÁSCOA - Jesus é a nossa PÁSCOA

TEMA: “Jesus é a nossa Páscoa”

1.A páscoa dos hebreus
A história começa com a morte de José, governador do Egito mais conhecido por muitos como o “príncipe do Egito”. Não apenas ele morre, mas toda aquela geração que veio com Jacó para morar no Egito. Lá os hebreus crescem e se fortalecem. Neste período de prosperidade dos hebreus um novo rei no Egito é levantado que não conhecera a José e que temia aquele povo peregrino resolvendo escravizá-los. Sob a tirania dos egípcios, os hebreus amargam a vida em quatrocentos anos de escravidão (Êxodo 1:1-14).
Deus não se esquece do Seu povo e levanta um libertador. Poupado da tirania daquele Faraó, tirado das águas, exilado no deserto, forjado por Deus e já idoso Moisés volta ao Egito com uma poderosa sentença divina: “Deixa ir o meu povo.” (Êxodo 5:1)
Uma épica batalha será travada entre o Deus dos hebreus e os deuses egípcios. Águas se tornam em sangue, rãs por todos os lados, piolhos, moscas, peste nos animais, úlceras, chuvas de pedras, gafanhotos e trevas. Nada disso, porém, amolece o endurecido coração de Faraó. Entretanto, a última praga dilacerará os corações dos egípcios. Como está escrito: “Haverá grande clamor em toda a terra do Egito, qual nunca houve, nem haverá jamais.” (Êxodo 11:6)
O Senhor passou por cima das casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu os egípcios trazendo morte sobre os primogênitos. Páscoa vem do hebraico pêssarr que significa passagem, isto é, a referência da passagem do Senhor trazendo morte sobre os egípcios poupando os filhos dos hebreus por causa do sangue do cordeiro sobre os batentes e na viga superior das portas. (Êxodo 12:23; 27) É o marco da libertação da escravidão daquela vida amarga e, por isso, deveriam sempre na páscoa comer ervas amargas para relembrar a vida de escravidão (Êxodo 1:14; Êxodo 12:8)! É o milagre da libertação de quatrocentos anos de escravidão, e por isso, deveriam comer pães asmos, isto é, pão sem fermento relembrando que por saírem às pressas do Egito a massa não teve tempo suficiente para fermentar e crescer (Êxodo 12:8).
Deus fez um grande milagre! Abriu o mar vermelho e libertou o povo hebreu da escravidão! Eis a história da Páscoa! O milagre da salvação de um povo que esperou quatro séculos por sua libertação. Deus também tem para nós hoje, o milagre da salvação!
Pergunto: Qual é o maior milagre que Deus pode fazer a alguém?

2.A humanidade está escravizada pelo pecado e pelo diabo (Romanos 3:9-23)
Tal qual o povo hebreu escravizado, amargando a vida e sem esperança está a nossa sociedade. Nos noticiários assistimos uma humanidade mal e má. Fome, pestes, nações em guerra, crianças sofrendo e muita maldade e cada vez mais longe de Deus. O homem escolheu viver longe de Deus. A verdade é que não há ninguém vivendo como se deve, nem um sequer. Podemos não matar e roubar, mas pensamos coisas ruins das pessoas, desejamos coisas ruins muitas vezes. Ninguém entende, ninguém presta atenção em Deus. Essa humanidade está vagueando sem rumo. Ninguém está vivendo da maneira correta, e não creio que há quem consiga. Não fazem a menor idéia do que seja viver em comunidade, passam por Deus e o ignoram. Isso é um lamentável registro que somos pecadores e somos incapazes de viver a vida gloriosa que Deus deseja para o ser humano. Todos pecaram e estão separados da glória de Deus. Perante Deus não há grandes pecados ou pequenos pecados. Não há nada que possamos fazer para agradá-lo. A humanidade está, de fato, perdida. Pergunto: Você já pensou coisas ruins de alguém? Você já guardou ou guarda mágoa de alguém? O que Deus pensa a respeito disso?

3.Deus não desistiu da humanidade. Deus me ama! Deus ama a você (João 3:16)
Sabendo Deus que o coração do homem é desesperadamente corrupto (Jeremias 17:9); Sabendo Deus que Seu padrão divino de justiça é extremante elevado e não há nada que o homem possa fazer para ser aceito por Ele (Isaías 64:6); Ainda assim, Deus não desistiu de nós. Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito para que todo aquele que Nele crê não pereça, não seja destruído para sempre, mas tenha a oportunidade de receber a vida eterna!
Pergunto: Você creu e recebeu o amor de Deus que é Jesus Cristo?

4.A manifestação do amor de Deus é o Cordeiro Pascal – Jesus Cristo (João 1:29; Hebreus 9:7; 22)
A exemplo do povo hebreu como vimos até agora, a humanidade está perdida e escravizada pelo pecado. A sociedade amarga seu sofrimento e está cada vez mais distante de Deus. Talvez você se enquadre no grupo de pessoas que carregam culpas, acusações, vícios e se vê escravizada de alguma forma hoje. Deus também deseja fazer um milagre em sua vida e transformar você. Por isso, Jesus é a nossa páscoa! Assim como o cordeiro foi imolado para que seu sangue poupasse os hebreus da morte, Jesus é o cordeiro de Deus cujo sangue nos poupa da morte eterna! Ele é o cordeiro do sacrifício, pois, sem derramamento de sangue não há remissão de pecados. Ele deseja subjugar também na sua vida o poder do pecado e da morte. Digno é esse Cordeiro, o Cordeiro de Deus!

5.Esse Cordeiro vive entre nós para se cumprir as Escrituras (Lucas 4:18-19)

Vamos falar mais desse Jesus que deu a Sua vida por nós. Ele é a Palavra Viva! Antes de tudo existir, havia a Palavra, a Palavra presente de Deus, Deus presente na Palavra. A Palavra era Deus, Desde o princípio à disposição de Deus. Tudo foi criado por meio dele; nada – nada mesmo! – veio a existir sem ele. A Palavra tornou-se carne e sangue, e veio viver perto de nós. Nós vimos a sua glória; uma glória única: o Filho é como o Pai, Sempre generoso, autêntico do início ao fim. (João 1:1-3; 14)
Ele cumpre cada parte das Escrituras, cada parte da Palavra. Ele é a revelação da Bíblia Sagrada! Tudo o que está na Bíblia aponta para Ele. O Espírito do Senhor estava sobre Ele para curar, para dar vista aos cegos, para libertar os cativos e anunciar a salvação do Senhor! Seu nome é conhecido por todos e se espalha por todo o mundo! Pedro dirá: “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (Atos 4:12)
Deus quer que você tenha um encontro com esse poderoso nome! Com essa poderosa Palavra encarnada! JESUS CRISTO o Seu Filho! “Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser”. (Hebreus 1:3a)

6.Sua entrada triunfal em Jerusalém – Hosana ao Rei (Salmo 118:26; Marcos 11:9-11)
Esse Jesus que viveu entre nós, o fez para cumprir o propósito do Pai. Uma semana antes de sua morte, vejam você que Ele foi ovacionado pelos habitantes de Jerusalém! Mas nem todos perceberam o detalhe. Sua ida a Jerusalém era de paz, pois, entrou montado em um jumentinho. De fato, Ele é Rei, mas seu não Reino é muito superior! Seu Reino não é deste mundo. A esse Rei todo o poder lhe foi dado no céu e na terra! Ele quer ser SENHOR absoluto da sua vida. Montado em jumentinho Ele não reclama para si poder, mas humildemente Ele vai se entregar por mim e por você. Ele quer ser SENHOR absoluto da Sua vida. Ele é o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores.
Pergunto: Você já entregou sua vida a esse Jesus? Ele é, de fato, Rei e Senhor da sua vida? Suas decisões e escolhas refletem o senhorio Dele sobre você?

7.A paixão de Cristo (Isaías 53; Mateus 26 e 27; João 19)
Jesus sabia que Jerusalém era sua última parada. Depois da ceia com seus discípulos, Ele se retira para um lugar chamado Getsêmani que significa lagar de azeite. Ali, tal qual o azeite, Jesus começa a ser espremido. Ali ele chora gotas de sangue e se submete ao Pai diante de um silêncio ensurdecedor do Pai. O Getsêmani marca o início da via crucis. Judas, seu discípulo o entrega a seus inimigos. Ele é preso injustamente e julgado sem culpa, diante de Pôncio Pilatos é trocado por Barrabás. Chicoteado, cuspido e humilhado, zombado por todos lhe dão uma coroa de espinhos e é pregado na cruz. (Isaías 53). Ele sabe o que é sofrer estando naquela cruz. Ali na cruz Ele dá seu último suspiro e diz: TUDO ESTÁ CONSUMADO! Ele consuma as Escrituras, Ele consuma a derrota de Satanás, Ele consuma a derrota da morte, o véu do templo se rasga e agora todos podem ter livre acesso à presença do Pai. Ali Ele assume a culpa de toda essa humanidade perdida, ali Ele assume a minha e a sua culpa por a mim e a você. Saiba que a fé cristã é muito mais do que uma religião, pois, através desse ato de amor Jesus convida a mim a você a um relacionamento íntimo e pessoal com Ele. Por isso, Jesus é a nossa PÁSCOA! Ele tanto amou, Ele sofreu e o convida a caminhar com Ele.

8.A morte não pode detê-lo! Vivo está! (João 20)
Sua obra é completa. O salário do pecado é a morte! Mas, como Nele não havia pecado, a morte não tinha poder sobre ele. “No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada sendo ainda escuro, e viu a pedra revolvida. Maria permanecia junto à entrada do túmulo, chorando (muito). Enquanto chorava, abaixou-se, e olhou para dentro do túmulo, e viu dois anjos vestidos de branco, sentados onde o corpo de Jesus fora posto, um à cabeceira e outro aos pés. Então, eles lhe perguntaram: Mulher, por que choras? Ela lhes respondeu: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram. Perguntou-lhe Jesus (sem reconhecê-lo): Mulher, por que choras? A quem procuras? Ela, supondo ser ele o jardineiro, respondeu: Senhor, se tu o tiraste, diga-me onde o puseste, e eu o levarei. Disse Jesus: Maria! Ela, voltando-se lhe disse, MESTRE!”
ALELUIA! JESUS RESSUSCITOU! Jesus está vivo e vive para Sempre! Subjugou o pecado, a morte e o diabo. Jesus é a nossa PÁSCOA! Jesus é o  SENHOR!

Rodrigo Rodrigues Lima
Pastor

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué