Sermão 23/08/2015 - Igreja: Uma comunidade de discípulos. Cada um segundo a sua capacidade!

Igreja: Uma comunidade de discípulos. Cada um segundo a sua capacidade!
Mateus 25:14-15

Nestes últimos dias foi falado do relacionamento de filho e da maneira como Deus quer se mostrar. Ele quer se revelar a nós como o Pai, “Aba”. Também foi falado de como o apóstolo Paulo orienta o jovem Timóteo acerca dos valores, tanto as disciplinas espirituais, jejum, oração, quanto às corriqueiras como demonstrar o amor e a pureza. Deus tem nos convidado, de fato, a cada dia a conhecê-lO não de ouvir falar, mas de caminhar com Ele.
Jesus por sua vez, como ninguém, propõe muitos ensinamentos acerca de seu próprio corpo, a Igreja. Quando ele conta a seus ouvintes a parábola dos dez talentos, algo me chama atenção: “a cada um deu segundo a sua própria capacidade.”  (v.15b)
Quero então compartilhar com a igreja essa palavra, com base em uma literatura “A revolução dos de um talento” que li por esses dias.

Segundo a capacidade dos de cinco talentos...
O que recebera cinco talentos logo saiu a negociá-lo. Segundo a capacidade dele, ele foi. Você deve estar pensando: “a igreja que tem uns camaradas desse vai bombar!”
É benção quando temos em nosso convívio pessoas com os de cinco talentos, mas temos implicações. Vamos imaginar um time de futebol que tem cinco atacantes muito bons. Com certeza, esse time fará muitos gols, mas vai tomar muitos gols também e certamente no final o resultado não será satisfatório.

1.Uma igreja forte não é uma igreja com muitos membros de cinco talentos!
Embora o trabalho seja feito, como Paulo fala em 1 Coríntios 15:10mas pela graça de Deus sou o que sou; e a  sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; toda via não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.” Deus deu a Paulo segundo a capacidade dele!

2.Se muito foi confiado a Paulo,  muito lhe será cobrado Lucas 12:48bmas aquele a quem muito foi dado, muito lhe será exigido; e aquele  a quem muito se confia, muito mais lhe pedirão.” De maneira semelhante, no trabalho quando o patrão dá uma tarefa a você, e o faz a contento, todas as vezes que ele precisar, com quem ele vai contar? VOCÊ! Vai lhe dar tarefas mais difíceis e descobrir até onde você consegue!

É uma benção ter na igreja irmãos como Paulo. Ele mesmo vai dizer em 1 Coríntios 3:5 “o que é Paulo e Apolo se não ministros pelos quais crestes, e isso conforme o que o senhor concedeu a cada um?”
Paulo vai construindo seu discurso falando que é como um construtor, que antes de construir faz o alicerce, fundamento, que é Cristo, e que somos lavoura de Deus, que uns plantam outros regam, mas Deus dá crescimento. Ou seja, você que tem cinco talentos? Você é lavoura de Deus. Continue multiplicando-os,  fazendo seu papel no corpo!
Compartilhe: Fale um pouco das suas habilidades profissionais e daquilo que você faz muito bem. Como você pode glorificar a Deus através dessas suas habilidades?

Segundo a capacidade dos de dois talentos...
Ainda no verso 15b Jesus na parábola diz que a outro deu dois talentos!
Da mesma forma que, o que recebera cinco, imediatamente saiu a negociá-lo. Talvez no atual contexto você diria que essa pessoa seria como a tia que faz parte do grupo de senhoras da igreja e que dá aula no cultinho ou, talvez, um irmão que exerce o ministério de louvor e faz visitas!
A nossa natureza ainda nos diz que a igreja que tem mais pessoas como, os de cinco e de dois talentos, tende a ser uma igreja mais forte, avivada, o que de fato faz parte. Mas, imagine agora um time de vôlei dos qual você tem dois jogadores excelentes, só que baixos e você precisa de um bloqueador. A verdade é que não vai bloquear nada! Volto a dizer que cada um recebeu segundo a sua capacidade. Talvez se o que recebera dois tivesse recebido cinco, ele não tivesse avançado, pois estaria fora de sua capacidade, ou fizesse incompleto!
Mas assim como foi pregado semana passada uma igreja vitoriosa, diligente, que segue as orientações, como o jovem Timóteo, é uma comunidade que se exercita na fé, no amor! Faça segundo a capacidade que Deus o confiou exercitando-se. Seja diligente.
Porém, precisamos entender que a maior parte da igreja, eu diria das igrejas de modo geral, são os de um talento!
Compartilhe: Nós temos o costume de nos comparar com as pessoas. Porém, Deus nos fez diferentes e com um propósito único. Quem define quem você é não é o que faz, mas Deus que te chamou, por isso, Ele sabe a capacidade de cada um. Pensando no serviço a pessoas quais são as áreas essenciais e que não estão em evidência na igreja? Como você pode servir melhor?

Segundo a capacidade dos de um talento...
No verso 15b a outro deu um talento e esse o enterrou! A partir do momento que você aceitou a Cristo você tem um talento, nem todos têm cinco ou dois, mas pelo menos um!
Logo, 70% da igreja são os de um talento. Essa parcela vai dizer assim: “o trabalho está sendo feito, tem quem pregue, visite, toque no louvor etc, não precisa de mim. Vou ficar aqui quietinho no meu banquinho.” Não faça isso, pois quando você tem essa atitude não está afetando somente a você que está enterrando seu talento. Diretamente você está afetando o Corpo e isso é pecado. Está pecando contra o Corpo de Cristo. O Senhor te desafia neste dia. Talvez você tenha enterrado o seu talento ou ainda, você está se perguntando: “qual é o meu um talento? Eu não sei!” Mas se você se puser diante de Deus, Ele lhe mostrará.  A gente quer te ajudar a desenterrar, ou talvez estejam com o talento em suas mãos, porém, indiferente a ele. O Senhor ainda não voltou! Se comparássemos “os talentos” eu diria que Jesus tinha os cinco, e João Batista um! Em João 3:26-30  pessoas foram falar para João sobre Jesus, e João disse “que homem nenhum pode receber coisa alguma que do céu não lhe foi dado, convém que ele cresça e eu diminua”, e Jesus por sua vez disse“dos nascidos de mulher não houve homem maior que João”! O próprio Jesus nascera de mulher. Se tratando de talentos aqui, vejo que não existem privilégios e sim responsabilidades, das quais Deus deu a cada um segundo sua capacidade! Imagine se João tivesse enterrado seu talento!
Compartilhe: Você tem pelo menos um talento. O objetivo dos talentos é a edificação de vidas. Conforme suas habilidades, como você pode edificar vidas?

Neste dia o Senhor dos talentos convida a todos de cinco, dois e de um, para uma grande obra, para sarar o Corpo, a igreja, pois se os de um talento enterrar, o Corpo não cumprirá seu papel, mas se todos nós trabalharmos glorificará o Pai. Ele ficará satisfeito do seu penoso trabalho!

Adriano Santos
Candidato ao Ministério

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué