Sermão 13/09/2015 - Pr. Rodrigo - TEMA: Modelados pelas mãos de Deus! Jeremias 18:1-16

Modelados pelas mãos de Deus
Jeremias 18:1-17

Amadas irmãs e amados irmãos, graça e paz. Na semana passada iniciamos uma série de mensagens sobre discípulos com vida abundante. Deus nos levou a refletir através da Sua Palavra no chamamento de Jeremias que vida abundante consiste em ser realizado em Deus. Através do reconhecimento de nossa incapacidade percebendo que não passamos de uma criança seremos mais nas mãos de Deus. Deus deseja nos levar a uma vida extraordinária e que excede através de nossa resposta ao seu chamamento para viver um chamado ilimitado, confiado no Seu poder e na Sua Palavra eterna.
Nessa direção, hoje queremos continuar discernindo o trabalhar de Deus em nossa vida que visa nos conduzir a essa vida extraordinária, excedente e abundante a partir desse registro de Jeremias sobre o oleiro e o vaso.
Especialmente nos tempos antigos, quando a humanidade aprendeu a manipular o barro, os objetos de cerâmica contribuíram para facilitar a vida do homem para armazenamento de alimentos e água. Imagine como foi importante para a viúva que clamou a Eliseu e este mandou que ela coletasse as botijas de seus vizinhos para viver o milagre da provisão de Deus (II Reis 4:1-7). Porém, todo objeto de cerâmica também era uma obra de arte. Eles eram artisticamente projetados, modelados, pintados, vitrificados e queimados. Sendo Deus o oleiro e nós o barro, tal qual o vaso que é modelado para um propósito, somos nós também. E tal qual a arte da cerâmica, em que o oleiro imprime sua característica e imagem, assim Deus imprime em sua obra a Sua imagem, a sua assinatura. Todos que olham para a cerâmica devem ver o autor da obra modelada tanto em sua beleza quanto em sua utilidade. Vida abundante, excedente e extraordinária consiste em que nossas vidas sejam devidamente modeladas por Deus e cuja arte reflete a imagem daquele que nos modelou. Deus nos molda para seus propósitos eternos. Não há nenhum ser humano que além de único, não seja útil e não tenha participação a assumir a obra de Deus. Você quer vida abundante, excedente e extraordinária?

1.Não resista à modelagem de Deus (v.13-15)
Compartilhe: De que maneira posso estar resistindo à modelagem de Deus em minha vida? O que pode estar interrompendo o processo de ser um vaso útil e que reflete a imagem do oleiro artista?
Deus usa essa linguagem para dizer que Israel estava sendo modelado aos seus propósitos. Ser uma nação santa, que através da sua história povos e nações testemunhariam dos grandes feitos do Deus Todo Poderoso e os constituiu uma nação que abençoaria a todas as nações. Israel resistiu a Deus e ao seu processo de modelagem. De semelhante modo, Deus está nos modelando para sermos conforme à Sua Imagem. Assim como você se no espelho e vê os reflexos da sua imagem, Deus deseja que as pessoas vejam em você o reflexo de Cristo. Suas decisões, ministério, família, e tudo o mais com o intuito de cumprirmos o projeto de Dele. O oleiro põe a mão no vaso para lhe dar forma. O oleiro se relaciona com o vaso para que o barro seja segundo o seu propósito. Como podemos resistir à modelagem de Deus?
I.Se esquecendo de Deus (v.15) – Assim viviam os reis de Judá e seu povo. Tomavam atitudes sem consultar a Deus. Faziam escolhas sem a direção de Deus. Muitos viviam agnosticamente, isto é, sabendo da existência de Deus sem se relacionar com Ele e O transformaram em uma atividade de sacerdotes, ou seja, numa religião fria e distante porque não o priorizavam mais. Deus e seus grandes feitos se tornaram coisas do passado. Semelhantemente os crentes hoje. Esqueceram-se de Deus e interromperam esse processo divino de modelagem em suas vidas. Pouco se vê do oleiro na vida de muitos crentes. Acostumados com uma vida sem fervor e sem oração, o pecado e os “pecadinhos” se tornam comum como se o Espírito Santo que neles habita não se importasse com a carnalidade deles e fosse participante das piadas imorais deles, na roda dos escarnecedores, vivendo segundo o conselho dos ímpios e se detendo no caminho dos pecadores.
II.Queimando incenso aos ídolos (v.15) – Israel escolheu ser modelado por outras mãos. Prostituíram-se com outros deuses. Resistiram à modelagem de Deus. Queimaram incenso, isto é, passaram a orar a outros deuses. De semelhante modo, muitos hoje não experimentam vida extraordinária, abundante e não se deixam modelar por Deus e ter uma trajetória de fé e dependência porque estão queimando incenso a outros deuses. O trabalho, a condição social, a intelectualidade, o dinheiro, a fama, a vaidade, os sonhos, os filhos, o casamento, enfim, todas essas coisas em si não são ruins, mas quando elas se tornam mais importantes na prática e te afastam da modelagem de Deus, se tornam o seu deus. Conheço pessoas de igreja que ignorantemente preferem buscar a fama e o sucesso profissional acima de Deus, ao invés, de submeter tudo isso a Deus. Como crianças mimadas, querem tentar sem Deus, pois, acreditam que Deus pode atrapalhar as suas vidas. Não experimentarão o extraordinário e a vida abundante de Deus e sempre se acostumarão com o bom, ao invés de viverem o ótimo de Deus. Vivem no raso do rio, na margem apreciando outros que nadam, quando poderiam atravessá-lo a nado. Você tem medo de permitir que Deus o molde? Deus sempre faz o melhor! Falta fé! Você se lembra da ilustração do alpinista que congelou? Podemos ficar tão apegados à corda que não deixamos de viver o extraordinário.
Quando uma pessoa escolhe o certo pelo duvidoso olhamos para ela e balançamos a cabeça. Trocar o projeto de Deus por projetos que você sabe que não te levarão ao extraordinário e abundante de Deus é digno de espanto e de menear a cabeça. (v. 16)
Compartilhe: Que possíveis frustrações ou dificuldades você teria que enfrentar por permitir que Deus o moldasse?

2.Entregue-se à modelagem de Deus (v.1-6)
I.A modelagem revela que o oleiro é Deus (v.6) – Deus está dizendo para Israel que Ele ainda está fazendo uma obra neles. O melhor lugar para estar é nas mãos de Deus tendo nossa vida e história sendo modeladas por Ele. Se Israel olhasse para o retrovisor veria a mão de Deus em toda a sua história. Convido-o a olhar para o retrovisor da sua vida. Deus é o oleiro.
II.A modelagem revela que tudo que passamos faz parte do processo (v.4) – A modelagem é um processo onde o oleiro exerce pressão sobre o barro para lhe dar forma para ser útil e tenha as marcas do oleiro artista. Quero olhar para o apóstolo Paulo e tirar lições de alguém que viveu o extraordinário, o abundante e viveu esse processo de modelagem: a) Pressão das circunstâncias (Filipenses 4:12-13); b) Pressão das necessidades (Filipenses 4:16); c) Pressão do inimigo (II Coríntios 12:7); d) Pressão dos sofrimentos (II Coríntios 11:24-27); e) Pressão das preocupações com a obra de Deus (II Coríntios 11:28); f) Pressão das decepções (II Timóteo 4:10; 14). A pressão gera poder! Poder para vencer o inimigo, poder para ter autoridade, poder para amar a Deus, sobretudo, poder para ser segundo a Imagem de Deus em Cristo que suportou toda a pressão e se deixou modelar pelo Pai para o cumprimento do propósito. Jesus teve vida abundante, extraordinária e excedente porque não resistiu às pressões enquanto o Pai o modelava para o propósito fim de sua vida, a nossa salvação. Apegue-se a esta palavra: Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. (Romanos 8:27) O vaso está sendo moldado para um propósito.
Compartilhe: Olhando para a vida de Paulo, o que pode ter contribuído para que hoje você tenha interrompido o processo de modelagem de Deus? Você consegue compreender que as situações que você passou ou tem passado, na verdade, fazem parte da modelagem de Deus na sua vida?
III.A modelagem revela que Deus não desiste de nós (v.6) – Assim como o oleiro, quando faz o barro e o vaso se estraga em suas mãos, Ele remodela porque não joga o barro fora, Deus não desiste de nós. Naquele momento da história de Judá, Deus teria de amassar novamente aquele povo através do cativeiro desta vez. Mas, Ele é claro em Jeremias 29:10-14. Quanta gente desiste da fé, do ministério, da igreja, dos talentos? Todas as vezes que fui imaturo, reclamei, pensei em desistir, desanimei, chorei e me entristeci, mas mesmo assim Deus foi paciente comigo e não desistiu de mim. Dói passar pelo processo e sei que ainda muito terei que passar, mas uma coisa eu sei: DEUS NÃO DESISTE DE MIM. Tomo de forma recorrente algumas atitudes que aumentam minha confiança no decorrer do processo de modelagem de Deus em minha vida: a) Perdoo quem tiver de perdoar; b) Busco conselhos; c) Tenho mentores; d) Tenho parceiros de oração; e) Reafirmo o propósito de Deus em minha vida orando, meditando na Palavra e me consagrando.
Compartilhe: Que atitudes – mesmo pequenas – você poderia assumir que facilitariam a ação de Deus transformá-lo em um cristão mais maduro que passa pelo processo da modelagem sem desistir?

Concluo dizendo a você que estar nas mãos do oleiro é um privilégio. Não resista à modelagem de Deus. Faça uma análise da sua vida como um todo, arrependa-se daquilo que tem lhe afastado do oleiro, entregue-se às Suas mãos poderosas e modeladoras e viva a vida extraordinária e abundante que Ele tem para a sua vida.

Rodrigo Rodrigues Lima
Pastor

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Dois Fundamentos - Mateus 7:24-27

Sermão 08/03/2015 - TEMA: A Vitória da Cruz!

Mensagem da Semana - Moisés, Arão, Hur e Josué